jornal do mazza

Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi vai levar uma homenagem ao centenário de Amacio Mazzaropi para a avenida.




No Carnaval de 2013, Amacio Mazzaropi, o imortal Jeca do cinema nacional, vai ser homenageado na passarela do samba em São Paulo. A Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi escolheu o centenário de Mazzaropi como tema para 2013 e está trabalhando a todo vapor para levar a história do cineasta para o Sambódromo do Anhembi.
“Nós vamos passar por todas as fases da vida artística do Mazzaropi, desde a infância, e isso será feito através dos carros alegóricos”, disse o carnavalesco Wagner Santos. O primeiro carro alegórico vai mostrar a estreia no circo. No segundo, o público poderá ver o sucesso de Mazzaropi com a Trupe. Já no terceiro, a estreia e sucesso no casino spiele rádio e, no quarto, o programa de TV Rancho Alegre. Por fim, no último carro, a trajetória no cinema.
Wagner Santos afirmou ainda que as alas terão como tema os filmes e a comissão de frente irá retratar a herança artística e cultural de Mazzaropi, “herança essa que ele recebeu do avô e passou para todo o país.” Os trabalhos estão a todo vapor, o samba enredo já foi escolhido e as equipes trabalham na confecção das fantasias, carros e tudo mais.
Se ainda estivesse vivo, Mazzaropi teria completado 100 anos em abril. O projeto da Escola de Samba Acadêmicos do Tucuruvi conta com apoio do Instituto e do Museu Mazzaropi, principalmente na pesquisa a respeito da história, da trajetório artística e dos filmes.
Saiba mais sobre o Instituto Mazzaropi – Fundado em 2000, o Instituto Mazzaropi é uma entidade sem fins lucrativos, criada para cuidar da memória de Amacio Mazzaropi. Atualmente, administra o Museu Mazzaropi e a Fazenda Santa, propriedade em Taubaté, onde Mazzaropi começou a produzir seus primeiros filmes independentemente dos grandes estúdios, e os direitos de oito dos 32 filmes do ator. Mais informações em www.institutomazzaropi.org.br