jornal do mazza

Arrecadação de Alimentos




coleta22222

De 1 a 30 de Abril

Parte das atividades do Estatuto do Instituto Mazzaropi é a integrar com entidades de assistência social, cultural e ambiental, que desenvolva programas, projetos e atividades com ênfase em crianças, adolescents, idosos, presidiários e deficientes físicos.

Uma das atividades da Semana Mazzaropi é a arrecadação de alimentos que nessa oportunidade serão doados ao Lar Escola Santa Verônica, uma das instituições para qual Mazzaropi deixou parte de sua herança.

As bandas que irão se apresentar no Sesc, não cobraram o cachê para apoiar essa ideia e ajudar a promover essa história.

Postos de Arrecadação

Rua Emílio Winter, 904
Próx. Avenida do Povo
3631-7573

Praça Monsenhor Silva Barros – Centro
2125-8201

Taubaté Shopping – Av. Charles Schineider, 1700
3622-1155

logoviavaleshopping

Avenida Pedro I, 7181 – São Gonçalo
3683-1000

brothers

Doutor Matheus Romeiro, 36
9132-2025

logo_prefeiturapinda
Av. Nossa Senhora do Bom Sucesso, 1400
3644-5600


Rua Alcides Ramos Nogueira, 650
3522-5591

História Lar Escola Santa Verônica

Solenemente inaugurado por D. Epaminondas Nunes de Ávila e Silva (1869-1935) primeiro Bispo da Diocese de Taubaté, criada em 1909, a qual governou durante vinte e cinco anos (1919-1934), funcionou o orfanato “Santa Verônica”, desde a sua fundação em uma pequena e velha casa que existiu na antiga Rua da Consolação, depois Rua do Bom Jesus (atual Av. Marechal Deodoro) situada em terreno de propriedade da Venerável Ordem Terceira da Penitência de São Francisco de Assis.

Foram seus fundadores, os frades Capuchinhos, do Convento Santa Clara, confiando sua direção, ao zeloso trabalho das Irmãs da Congregação Franciscana do Coração de Maria, tendo por primeira superiora, Madre Beatriz que, auxiliada por outras cinco Irmãs de caridade, deu início às atividades a funcionar com apenas quatro internas.

Recebendo Auxilio de Taubateanos

O principal esforço das primeiras dirigentes do orfanato, foi angariar donativos junto à população taubateana, com a finalidade, não só de custear a manutenção das meninas assistidas pela instituição, cujo número passou a aumentar dia-a-dia, mas também, tendo por objetivo, levar a efeito a construção de um novo prédio, que seria sua sede definitiva, mais amplo e cômodo, para melhor atender às necessidades das órfãs internas. Após seis anos angariando donativos, tanto na cidade, quanto nas fazendas do município de Taubaté, as Irmãs puderam inaugurar o novo prédio (1925) totalmente construído às custas de arrecadações, em terreno contíguo à velha casa que até então ocupavam (hoje desaparecida) também doado pela Ordem Terceira da Penitência.

Nesta época, o número de pequenas órfãs assistidas era de 24, que puderam então ser melhor acomodadas nos novos dormitórios, refeitório e salas de aula do prédio recém-construído.

A construção da capela, teve que esperar ainda mais dois anos, sendo inaugurada a 9 de julho de 1927, até essa data, a capela da Irmãs funcionava numa das salas da residência, em caráter provisório.

Desde a sua criação, o orfanato “Santa Verônica” sempre recebeu o necessário apoio para sua manutenção, por parte de vários cidadãos taubateanos que, conscientes da importância do trabalho realizado pelas Irmãs, no amparo às menores sem família, tornaram-se benfeitores da instituição. Entre os diversos cidadãos presentes que ajudaram o Lar Escola Santa Verônica, destacaram-se: o casal Félix e Jeanne Guisard, o Dr. Pedro Luiz de Oliveira Costa (Dr. Pedro Costa), o Sr. Alexandre Monteiro César Mine, e as senhoras Francisca (Chiquinha) de Mattos e Angélica Marcondes Castilho.

Lar Escola Hoje – 97 anos

Ao longo do tempo o Lar Escola Santa Verônica foi ampliando seu universo de ação para alcançar a população em maior situação de vulnerabilidade e risco social, aprimorando e adequando seus trabalhos em razão das legislações específicas e da modificação do entendimento sobre conceitos de cidadania, inclusão social, assistência social e educação, garantindo que o cumprimento de seus objetivos estatutários tenha repercussão para a autonomia na vida dos beneficiários de suas ações.

O LAR ESCOLA SANTA VERÔNICA mantém Programas e Serviços em conformidade com a resolução no 109, de 11 de novembro de 2009, que aprova a Tipificação Nacional de Serviços Socioassistenciais, diretrizes do Sistema Único de Assistência Social (SUAS) nos dois níveis de proteção social estabelecidos pela Política Nacional de Assistência Social de 2004 (PNAS-2004):

Área da Educação

Educação Infantil – em regime de Creche – Público Alvo: 160 crianças de 18 meses a 5 anos. O atendimento é no período Integral, sendo que a criança recebe os cuidados necessários de higiene e alimentação, aprendizagem escolar de acordo com a faixa etária.

Área da Assistência Social

1. Proteção Social Básica:

Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos:

• Unidade I – Projeto Espaço Amigo – (no Prédio do Lar Escola)

• Unidade II – Espaço do Coração – (no Centro Comunitário – Bairro Água Quente)

– Público Alvo: 120 Crianças e Adolescentes de 6 a 15 anos. O Atendimento se dá no contra turno escolar com atividades socioeducativas, culturais e de lazer.

2. Proteção Social de Média Complexidade:

Serviços de Proteção Social Especial a Adolescentes em Cumprimento de Medida Socioeducativa:

• Liberdade Assistida

• Prestação de Serviço à Comunidade

– Público Alvo: Adolescentes de 12 a 18 anos completos, ou jovens de 18 a 21 anos, em cumprimento de medida, aplicada pela Justiça da Infância e da Juventude. Atualmente

são 136 adolescentes atendidos.

Em todos estes serviços, o Lar Escola desenvolve um trabalho de orientação e apoio junto às famílias.

O Lar Escola Santa Verônica quer ser reconhecido pela sociedade como uma Instituição que, por sua presença evangelizadora e pela excelência dos serviços prestados na Educação, na Assistência Social e no cuidado com a saúde, contribui para que a vida seja promovida, resgatada, respeitada e preservada, no Município de Taubaté/SP.

http://larescolasantaveronica.blogspot.com.br/