sucesso e critica

Ele, Mazzaropi. Ela, Hebe Camargo.




Ele Mazzaropi Ela Hebe 2

 

Os dois consagrados artistas bandeirantes, em sensacional estréia amanhã, no auditorio das “Associadas” – Uma festa que todo o público ouvinte aguarda com ansiedade.

 

Realizar-se-á, amanhã, no auditorio das “associadas”, numa autentica festa de gala para os mineiros, a anunciada estréia de Mazzaropi e Hebe Camargo, os dois consagrados artistas da Tupi paulista e figuras das mais expressivas nos meios radiofonicos no Brasil.

Há tempos, quando aqui estiveram pela primeira vez, “o Bernard Shaw do Tucuruvi” e “a morena do Sumaré” souberam se impor a admiração dos ouvintes da Guarani e Mineira, conseguindo, por isso, uma das maiores consagrações a que tivemos oportunidade de assistir. Devido a esse êxito retumbante, voltaram logo depois, para as festividades de aniversário da PRH-6, repetindo os mesmo sucessos de sua “premiére” na terra das alterosas.

Agora, para mais uma vitoriosa temporada, ali estão Mazzaropi e Hebe Camargo que, amanhã, estarão na onda da Guarani, onde apresentarão a sua audição de estréia.

O consagrado humorista bandeirante Mazzaropi, justamente considerado o maior caipira do “sem fio” brasileiro, é um artista que, inegavelmente, conhece o domínio completo de sua arte. Ninguem como ele, com seu jeito todo especial, sabe fazer rir aqueles que superlotam sempre, durante as suas apresentações, a sala de espetáculos da rua São Paulo. O humorismo de Mazzaropi, ao contrario de muitos outros, é sério e original. Por essa circunstância, como não se pode negar, conseguia arrancar aplausos que coroam as suas audições, e, por isso mesmo tornou-se um dos maiores artistas do Brasil, honra, gloria e tradição da radiofonia nacional.

O mesmo, em campo contrario, acontece com Hebe Camargo, a insinuante estrelinha do Sumaré, que, dia a dia, vai conquistando o estrelato do radio brasileiro. Possuidora de voz suave e encantadora como de prefeito conhecimento musical e de invejável personalidade artística, a consagrada sambista da PRG-2 desfruta, hoje, de grande prestígio nos círculos radiofonicos do país, e por isso mesmo, a sua presença é disputada pelas principais emissoras nacionais.

Há dias, numa enquete-balanço feita por conhecido jornal bandeirante, sobre o ano radiofônico de 1949. Hebe Camargo conseguiu segunda colocação entre as mais populares da terra da garoa. Deve-se ressaltar, no entanto, que o primeiro lugar foi dado a Isaura Garcia que, há muito, é conhecida como a maior sambista do Brasil. Esta vitoria de Hebe Camargo, como não se pode duvidar, reflete de maneira insofismável, a popularidade que conquistou através de suas apresentações, interpretando os ritmos vivos e vibrantes da música popular brasileira e internacional.

Para a sua terceira temporada em Minas, traz a “morena do Sumaré” novas páginas musicais, ainda desconhecidas de seus inúmeros admiradores, e Mazzaropi, como sempre, selecionou incríveis e hilariantes brincadeiras, o que vem aumentar, por isso, o interesse que cerva a sua proxima apresentação.

Estes, os motivos que asseguram, infalivemente, o êxito da grande festa de gala que, amanhã, com Mazzaropi e Hebe Camargo, será apresentada aos seus ouvintes pela tradicional emissora das grandes realizações.

 

Diário da Tarde, Belo Horizonte, 1950.