jornal do mazza

Última entrevista de Mazzaropi pode ser vista no museu dedicado ao artista em Taubaté (SP)




Aparição do cineasta no programa da Hebe Camargo também está disponível para ser conferida no canal oficial da instituição no YouTube

A primavera de 1980 marcou o reencontro de dois grandes amigos no palco do Teatro Bandeirantes, em São Paulo. Sem uma lista formal de perguntas nem qualquer tipo de roteiro, Hebe Camargo recebeu em seu programa o ator e produtor de cinema Amácio Mazzaropi. A entrevista foi a última aparição do artista na televisão. Essa raridade pode ser conferida, com exclusividade, no Museu Mazzaropi, que fica em Taubaté (SP), dentro do Hotel Fazenda Mazzaropi, ou no canal oficial da instituição no YouTube.

Durante o bate-papo, impressiona o domínio de cena de Mazzaropi diante da plateia. Com Hebe apenas dando as deixas certas, o comediante faz o auditório ir às gargalhadas, em um número que remete, sem intenção, ao stand up dos dias atuais. É humor de duplo sentido elevado à potência máxima, para falar de minissaia e topless, temas que surgiam no dia a dia de um Brasil que ensaiava se despir da farda militar.

O Centro de Documentação (Cedoc) da TV Bandeirantes cedeu os direitos de divulgação da entrevista ao Instituto Mazzaropi. Esse conteúdo exclusivo, então, pode ser assistido no museu dedicado ao artista no interior de São Paulo. A instituição, criada por um amigo de Amácio – João Roman Júnior – em 1992, foi instalada nos estúdios da produtora que Mazzaropi fundou, a PAM Filmes.

Localizado em Taubaté, a 140 quilômetros de São Paulo, o museu possui 20 mil itens em sua coleção, entre fotografias, pôsteres, câmeras, objetos de cena e equipamentos de som e de edição.

Mais informações podem ser obtidas no site www.museumazzaropi.org.br ou no telefone (012) 3634.3447. Para o hotel, acesse o site www.mazzaropi.com.br ou entre em contato pelo telefone (12) 3634.3400.